A Nova Lei de Licitações e Contratos Administrativos e a Advocacia

A Nova Lei de Licitações e Contratos Administrativos e a Advocacia
Recomende a um amigo Adicionar aos meus livros
Em papel:
Envio em 1 mês
R$ 115,00


Em 1º de abril de 2021, foi sancionada a Lei Federal no 14.133/2021, inaugurando um novo sistema nacional de contratações públicas em nosso País. Como não poderia deixar de ser, a novidade vem provocando dúvidas e certa insegurança aos atores envolvidos nos processos de contratações públicas: nada mais natural, uma vez que o processo de adaptação a um novo regime jurídico muitas vezes pode ser tormentoso, especialmente quando o assunto modificado é particularmente amplo e complexo, como são as contratações públicas.Por conta disso, especialmente nesse momento inicial, o engajamento crítico e analítico da doutrina especializada é extremamente relevante. Afinal, a produção acadêmica séria e comprometida pode funcionar como um guia interpretativo para a comunidade jurídica, uma vez que o tracejamento de diretrizes hermenêuticas e a sistematização das diferenças e similitudes frente ao regime jurídico antigo são essenciais para facilitar a própria compreensão e o processo de transição para o novo.Esta obra traz a contribuição de um grupo de juristas catarinenses para esse processo. Trata-se de uma iniciativa da Comissão de Licitações e Contratos da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Santa Catarina, que integra a Coletânea "Grandes Temas da Advocacia", projeto mais amplo capitaneado pela Coordenadoria-Geral das Comissões da OAB/SC. Todos os participantes possuem algum vínculo com a Comissão: a maior parte integra a equipe atual (triênio 2019-2021) e os demais já fizeram parte do time emum passado recente e/ou são colaboradores ativos, participando dos eventos por ela promovidos, em especial do já tradicional Congresso de Licitações e Contratos  Administrativos de Florianópolis, evento anual que em 2021 chega a sua a sétima edição.O livro é composto por artigos que dissecam de maneira objetiva, e ainda assim aprofundada, muitos dos temas mais relevantes da nova lei. Dentre os assuntos abordados, destacam-se: os princípios jurídicos incidentes sobre a lei, o regime jurídico da fase preparatória da licitação pública, o novíssimo Portal Nacional de Contratações Públicas, a adoção de práticas sustentáveis e a exigibilidade de programas de integridade e compliance nos processos de contratações públicas, o regime jurídico dos procedimentos auxiliares e dos pedidos de esclarecimentos e de impugnações ao edital, o novo regime jurídico da modalidade pregão, as regras para a formalização, mutabilidade e reconhecimento da nulidade dos contratos administrativos, o uso da arbitragem, a sistemática de cobrança de valores inadimplidos por parte da Administração Pública, a sistemática de aplicações de sanções, as hipóteses de contratação direta por dispensa e inexigibilidade de licitação e a sua repercussão nos processos de responsabilização criminal e por improbidade administrativa de agentes públicos e privados e o papel reservado aos Tribunais de Contas na sistemática de controle prevista na nova lei.(da nota dos coordenadores)

Digite um comentário
Livros escritos por
Se os resultados não forem carregados automaticamente, pressione aqui para carregar
Se os resultados não forem carregados automaticamente, pressione aqui para carregar
Se os resultados não forem carregados automaticamente, pressione aqui para carregar